Reproduzir a complexidade

A propostas editorial, criada a partir da lógica de post-production, vale-se das publicações e métricas de interação para propor uma linguagem que evidencie a contemporaneidade dialética entre o analógico e digital. [im]permanência manifesta a fragmentação da informação como também as conexões que atravessa cada publicação na rede social. Recolhe e recompõe os fragmentos latentes, para propor uma perspetiva e uma reflexão sobre as formas de permanência permitidos pelos meios digitais.

A linguagem converte-se em matéria sensível, as intenções, por trás dos media conferem novos sentidos e produzem novos fragmentos que repõem a nossa complexidade semântica.

< Voltar