Conversations with Eliza:

Venus as an A.I.

Pedro Costa

Sinopse

As inteligências artificiais (I.A.s) são uma resposta cada vez mais imperativa para os problemas do ser humano, que recorre às tecnologias na procura de soluções rápidas, simples e eficazes. Assumindo a forma de assistentes ou ajudantes, é frequente atribuir às I.A.s o género feminino no seguimento destas funções. Assim, Conversations with Eliza foca-se na feminilidade das I.A.s, procurando explorar as questões que esta tendência na atribuição de género pode levantar.

 

O projecto desenvolve-se como uma plataforma web que elucida sobre o que são as I.A.s, articulando-se com um chatbot assistente, cuja função passa por explicar o seu próprio processo de criação. O projecto expande-se com o desenvolvimento de três chatbots implementados em plataformas como Facebook messenger ou Twitter, remetendo para os contextos em que os bots normalmente operam. Cada bot assume um arquétipo particular, característico das I.A.s (Orphan, Mother e Ruler), relativo a estereótipos femininos que se manifestam e tornam evidentes à medida que interagem com o utilizador.

 

Através desta interacção, Conversations with Eliza procura suscitar uma reflexão sobre a predominância do género feminino na inteligência artificial, nomeadamente em situações de subordinação. Essencialmente, pretende enfatizar o modo como estes bots reforçam os papéis de género ‘tradicionais’ e, potencialmente, acentuam estereótipos culturais.

the app

solucionismo
inteligência artificial
chatbots
género
ciberfeminismo